segunda-feira, 20 de abril de 2015

5 Doramas que te deixarão desidratado e refletindo sobre a vida

 Acha que vida de dorameiro é só aprender os bordões coreanos? Ou só babar pelo bias? Você está rudemente enganado. Reuni hoje, cinco doramas. Dos interessantes aos trágicos e que te farão pensar um pouco mais sobre a sua relação com seus pais, com o dinheiro e com o amor. 

5º Lugar: 49 days


SINOPSE: 
"Ji Hyun é uma mulher que estava prestes a se casar, cuja alma deixou seu corpo quando teve um acidende de carro, ficando então em coma. A ela foi dada a missão de com a ajuda de Song Yi Soo, conseguir que 3 pessoas chorem sinceramente por ela dentro de 49 dias se quiser voltar ao seu corpo no 50° dia. Utilizando o corpo de Yi Kyung que trabalha em uma loja de conveniência para levar a sua missão ao fim, muitas coisas mais ainda estão pra acontecer."

DOWNLOAD: O fansub Ohayo Dramas tem todo esse projeto lindinho, e você pode acessá-lo clicando aqui 

RESENHA: [ALERTA DE SPOILER]


Admito que quando comecei a ver esse dorama, não dava muita coisa por ele. Me parecia mais um enrendo cliché. Da mocinha com a vida perfeita, mas Shin Ji Hyun, a dita mocinha, é tão amorzinho que te faz querer ver onde tudo isso vai acabar. Bem, "acaba" começa em um trágico acidente, onde Ji Hyun entra em coma. No outro lado da história nos deparamos com Song Yi Kyung, uma mulher apática que parece não ter nenhum rumo e que pretende se suicidar, o que por reviravoltas do destino, acaba sendo a causa do acidente da nossa primeira mocinha. Entra em cena então o lindo perfeito seduçaum terrô das novinha Programador, destaque para a atuação de Jung II Woo, que foi simplesmente perfeita ao longo do drama. 

Como a vida de Ji Hyun foi interrompida antes dos planos celestiais, o programador então a oferece duas opções: Ou aceitar que morreu ou passar 49 dias tentando conseguir três lágrimas de pessoas que sinceramente a amam. Para isso, ela poderia usar o corpo de Song Yi (já q ela foi a culpada do acidente de Ji Hyun) 
 Escolhendo a segunda opção, acreditando que seria extremamente fácil (considerando sua melhor amiga e seu noivo) Ji Hyun acaba notando que sua vida não era assim tão perfeita. 
É incrível como  os personagens vão se ligando perfeitamente e te fazendo ficar WTF com o desenrolar do drama. As lágrimas ficam por conta da história de nosso lindo casal programador x Song Yi. Não posso esquecer do nosso Han Kang, que nutria um amor incondicional por Ji Hyun desde sempre. O final me deixou arrasada, destruída e refletindo sobre minha existência. Como estou acostumada com finais felizes e sempre shippo o casal certo, esse dorama foi um tapa na minha realidade. 


4º Lugar: 1 Litro de lágrimas [J-movie]


SINOPSE: 
Ichi Rittoru no Namida” conta sobre a vida de uma colegial chamada Aya, de 15 anos, filha de uma família simples e humilde que possui uma loja de tofu. Entretanto, a vida de Aya vai mudando lentamente. Sua mãe, Shioka, pede para que Aya vá ao médico para ser examinada, após perceber que sua filha tem levado tombos freqüentemente e apresentado mudanças ao andar. Ao sair o resultado, o médico informa que Aya tem degeneração espinocerebelar - uma doença terrível onde os neurônios das partes do cérebro, responsáveis pelos movimentos do corpo, deterioram-se gradualmente, até que a vítima não consegue mais andar, nem falar, nem escrever, ou comer. Uma doença cruel, porque não afeta a mente e nem a memória. 

DOWNLOAD: O fansub Sakura animes tem esse projeto, e você pode acessá-lo clicando aqui 

RESENHA: 
"Mas como você pode colocar esse filme em quarto lugar? Deveria ser primeiro, não vejo nada mais triste do que uma doença fatal" Sim, de fato é a história mais trágica, porém, a atuação, o desenvolvimento e tal não foram um dos melhores, é um j-drama curto que não tem interesse em ser uma mega-produção. As cenas de Aya se perguntando o porque da doença tê-la escolhido são um tiro no peito. Um drama bastante reflexivo, simples e lindo. 

3º Lugar: A Millionaire's First Love [K-movie]


SINOPSE:  
O Primeiro Amor De Um milionário retrata a história de Kang Jae-kyung, um jovem milionário, mimado, prepotente e irritante que acaba de herdar do seu vô uma grande fortuna, a mesma teoricamente deve passar às suas mãos quando ele completar 18 anos. Apesar de completar a idade, o advogado da família avisa que para conseguir a herança ele deve ser transferido para uma escola rural e se formar. Se ele não aceitar a ordem, só poderá receber 0.01% da herança. A notícia é trágica para Jae-kyung que termina estudando em um povoado. Eun-Hwan aparece na vida de Jae-kyung como a pessoa que o fará ver o verdadeiro valor da vida e, que o dinheiro não é tudo, porém, o destino parece não estar do seu lado.  

DOWNLOAD: Eu acabei por ver esse movie no Youtube mesmo, apesar de ser antigo a qualidade é boa, você pode acessá-lo clicando aqui 

RESENHA[ALERTA DE SPOILER]
Conheci esse filme através da trilha sonora, o tema "INSA" cantada por TVXQ. Fazia seis anos que conhecia o filme e nunca tinha ido atrás de assistir. Resolvi ir quando bateu aquela nostalgia de TVXQ5 T_T Achei o filme bem corrido, as coisas acontecem todo instante e você fica meio perdido, talvez porque eu esteja acostumada com doramas longos e enrolados e mimizentos .  A fotografia desse filme é SIMPLESMENTE LINDA, todas as cenas parecem ter sido milimetricamente pensadas. 
Mas quando você ta lá, bolado e sem entender o que ta acontecendo, descobre que na verdade eles se conheceram na infância e tem toda uma história juntos. Sabe aquela dor no coração que você sente com essas histórias de promessas esquecidas e de "vou voltar" e nunca volta? Prepare-se então. De inicio fiquei mais agoniada com o  Jae-Kyung, que tem dinheiro e não pode ajudar na cura da doença, porque na minha cabeça, quem sofre mais é o que fica. Mas esse filme me fez sentir tanto pesar pela Eun-Hwan, pelo medo, pela frustação dela. Me senti quase sufocada e até feliz quando tudo acabou e ela pode ir embora sabendo que tudo ficaria bem com sua família e amigos. Vale muito a pena, cada segundo dessas duas horas. 


2º Lugar: Doctor Stranger


SINOPSE:  
"
O drama vai girar em torno de Park Hoon, um sul-coreano que foi capturado com seu pai e cresce na Coreia do Norte. Ele é treinado para se tornar um médico genial, e apesar de Park Hoon conseguir um emprego no melhor hospital sul-coreano após desertar, ele é tratado como um estrangeiro. Para encontrar o seu primeiro amor perdido na Coreia do Norte, Song Jae Hee, ele faz qualquer coisa para ganhar dinheiro."

DOWNLOADVocê pode assisti-lo online, no Viki, clicando aqui 

RESENHA[ALERTA DE SPOILER]
Prepare as giletes, os lenços, os livros de auto-ajuda, esse é o dorama mais tocante, emocionante, cortação de pulso que você verá. A sinopse parece até simples, né? Mas o dorama vai MUITO além disso, acredite, MUITO.  Doctor Stranger já começa te deixando puto da vida com o quanto as pessoas podem ser corruptas e nojentas. Quando o pai de Park Hoon é enganado por todos os políticos e acaba sendo exilado à Coreia do Norte minha reação foi apenas xingar baixinho e sem reação nenhuma. Bom, esse é um tema bastante sensível. Se a vida na Coreia do Norte na ficção parece desumana, acho melhor nem começar a cogitar como são realmente as coisas por lá. 
Lee Jong-Suk, mais uma vez, te bombardeia com closes de emoções durante o drama inteiro. E te faz perceber que você pode ser bom em alguma coisa, mas nunca será tão bom quanto Jong-Suk atuando. 

Os capítulos iniciais não ficam atrás de nenhum filme de ação hollywoodiano: Tiros, sangue, cenas de fuga a pé, cenas de fuga em moto, cenas de fuga presos a uma ponte, ufa!
Depois de tantos encontros e desencontros do casal apaixonadíssimo, o drama parece dar uma pausa, Hoon se estabelece em um hospital, disposto a ganhar dinheiro para tirar sua amada do Norte. ESSE HOMEM FICA TÃO TRAUMATIZADO e não é para menos, muitas vezes ele cita coisas horríveis que foi obrigado a fazer quando trabalhava para o Norte. Você é capaz de sentir o trauma dele durante o desenrolar das coisas. Minha cena preferida, de longe, foi a da morte de seu pai. Que choque, que talento. 


Preciso dizer que mais uma vez, shippei errado. Não que eu quisesse que Hoon ficasse com Oh Soo Hyun, mas poxa, a Jae-Hee não te puxa, sabe? Na verdade, é uma personagem que me deixou confusa durante 20 episódios. 

Han Jae Joon é outro personagem interessantíssimo, se supõe que deveria ser o vilão (?) Mas acho que atualmente os filmes/doramas estão provando que os "vilões" são apenas pessoas normais, humanos, que tem seus motivos para buscar vingança, apesar de não ser exatamente o certo a se fazer. e não apenas pessoas que gostam de fazer o mal a torto e a direito. É, na minha opinião, o melhor personagem do drama. 
Fora toda a trama principal, cada caso no hospital te faz ficar roendo as unhas. 
Quando alguém me pede indicação de dorama, seja ele triste, engraçado, cheio de ação, inteligente... etc. Sempre indico Doctor Stranger, uma obra completíssima, com atores incríveis e um roteiro de tirar o fôlego. 

1º Lugar: I Miss you


SINOPSE: 
"
Soo Yeon (Kim So Hyun) aos 15 anos é vítima de bullying na escola porque seu pai é um assassino. Soo Yeon tem como aliado Jung Woo (Yeo Jin Ku), que sempre a protege contra os valentões. Soo Yeon e Jung Woo estão apaixonados, mas por causa de um acidente inesperado eles se separam. Agora, como adultos, o destino o faz se encontrarem novamente. Jung-Woo (Park Yoo Chun) é agora um detetive e o seu primeiro amor ainda permanece em sua mente. Soo Yeon (Yoon Eun Hye) é uma estilista novata que tenta ter uma personalidade alegre, mas ainda carrega cicatrizes emocionais. Hyung Joon (Yoo Seung Ho) é amante de Soo Yeon. Ele parece caloroso e gentil, mas tenta se vingar de Jung Woo por problemas na família."

DOWNLOADO fansub Yo Fansubs tem esse projeto, e você pode acessá-lo clicando aqui 

RESENHA[ALERTA DE SPOILER]
Comecei a ver I Miss You única e exclusivamente por casa do YooChun, mas logo de início (Com o elenco adolescente) eu fui fisgada pela história. Soo Yeon é provavelmente a personagem que mais sofre dentre todas as personagens que sofrem em todos os doramas. (Não entendeu? Nem eu) Desde criança sofre bullying na escola, apanha do pai e é totalmente descartável para a mãe. Parece que algo mudaria pra ela quando conhece Jung Woo, seu primeiro amigo e primeiro amor.



  Mas o jovem fidekenga  sempre se mostra extremamente covarde. Okay, é humano ser covarde, mas dá muita raiva de assistir. Sério. A raiva que eu fiquei quando ele a abandona para a morte logo após ser violentada, não consigo descrever. Tento entender o lado dele de "okay, serviria muito mais se ele conseguisse reforço logo" ou "ele iria acabar morrendo tentando ajudar sozinho" mas simplesmente não consigo. Porém tudo tem seu preço, e Jung Woo cresceu junto com a culpa e com o trauma. (Eu não sei porque tenho essa admiração por personagens com algum trauma e-e) Se tornou detetive por acreditar que iria desvendar o caso nunca solucionado. Particularmente, eu nunca iria aceita-lo de volta, é muita coisa pra uma mente só. Não acredito nesses amores que superam traumas dessa magnitude.
Com toques suaves de sensibilidade, uma dose gigantescas de tragédias e show de atuação da Kim So Hyun, esse é o #1 pra você que quer passar meses a fio lembrando e remoendo toda essa história encantadora.  


(Esse final do Harry me partiu o coração, chorei tudo o que tinha pra chorar ;v;)



Encerrando por aqui esse post gigantesco, mas que achei vago diante da complexidade de todos esses dramas x.X Geralmente me enrolo bastante quando quero falar de algo que gosto. Mas espero que vocês tenham entendido algo ^^ 
Chaves de Clarisse.



Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Temos gostos parecidos. o primeiro amor de um milionário foi meu primeiro drama coreano, então tenho um carinho especial por ele. Enquanto Doctor Stranger é meu dorama preferido, eu só não shippei errado pq eu nunca sabia com quem shippar �� mas Hae Jin fez um ótimo papel então torci por ele.

    ResponderExcluir